terça-feira, 29 de dezembro de 2015

cristais

Cristais são minerais dotados de energias. Eles possuem um campo atômico e emitem um tipo de energia sutil inesgotável, usada para auxiliar na cura de doenças físicas e mentais. Escolha aquele que poderá lhe auxiliar a alcançar o que deseja.
Devemos  limpar e energizar nossos cristais
 Limpeza:
coloque os cristais num recipiente com  por água e sal grosso por uma hora ou um pouco mais. Depois lave os cristais

Energizar:
 Coloque os cristais sobre a luz da lua uma noite e depois algumas horas sobre a luz do sol

Importante: 
Não deixe que ninguém toque em seus cristais. Afinal eles estão trabalhando para você.
De tempos em tempos repita a limpeza e a energização 
Aqui vão alguns exemplos de cristais e suas funções 


ÁGUA DE GUERRA

Água de Guerra , também conhecida como água de ferro
Para obter proteção. Isto é, um limpador espiritual forte extremamente agressivo. Para reverter uma maldição e enviá-lo de volta para onde veio. Para colocar uma maldição. Água de guerra é uma arma tradicional e alegadamente potente durante guerra psíquicos de bruxas. Também pode ser usada para afastar da casa toda negatividade, maldição, espíritos do mal
Água de guerra pode ser usado em: Piso, lavar espirrando em uma etapa da porta ou outro alvo Ele também pode ser adicionado ou utilizados no trabalho de magia para a proteção, limpeza , períodos de reversão, trabalho de feitiços, e mais (ótimo para garrafas e frascos de magia)
Padrão Proteção - Água de Guerra : Em um frasco, garrafa colocar pregos de ferro. Pregos de ferro cortadas são recomendados porque enferruja com muita facilidade, mas pode ser utilizado qualquer pregos de ferro. Adicionar água suficiente para cobrir os pregos. Deixe este intocado até ferrugem começarem a se formar, normalmente dentro de sete a dez dias. O frasco deve ser mantida fechada na maioria das vezes, mas aberto periodicamente para estimular a oxidação. Uma vez que o processo começa a oxidação, mais água pode ser adicionada. Coe a água, conforme necessário, pregos enferrujados podem ser guardadas para uso posterior. Você pode continuar a adicionar água para os pregos originais indefinidamente. ..
Padrão Malevolente - Água de Guerra : Recolher água de uma tempestade feroz. Adicionar pregos enferrujados, enxofre e alguns de sua própria urina. Guarde este em um local frio e seco até que você precisar. Esta versão é usado para qualquer lugar ou reverter uma maldição / feitiço. Os pregos enferrujados da Fórmula proteção podem ser utilizados para criar esta versão. Notas: Água de Guerra não se destina ao consumo, pregos enferrujados devem ser manuseados com cuidado. Estas são receitas padrão simples, eles podem ser personalizados e adaptados conforme necessário para dar a água mais poder.
Costumo colocar minha água de ferro em um recipiente com spray. Assim posso passar por toda minha casa
As vezes coloco um pouco dessa água de guerra misturada a  água comum num balde e tomo banho do pescoço para baixo num ritual de limpeza astral e proteção

segunda-feira, 28 de dezembro de 2015

repelente de mosquito da dengue artesanal Vitória ES

É sabido que insetos odeiam o cheiro de cravo.
Por exemplo, coloque alguns cravos dentro de um açucareiro e as formigas desapareceram.
Com o mosquito da DENGHE , os transmissores do ZICA,   CHIKUNGUNYA....
... não é diferente
HAY ARTESANAL tem um repelente feito com cravo e outros produtos naturais que afasta esse perigo
Com cheiro agradável, boa fixação e ótimo preço e entrega rápida
60 ml de spray por 9,00

whatsapp e celular: (27) 9 99289996     vivo
facebook: cinthya hayka
fanpage: hayartesanal
email: artemizh@hotmail.com

aromatizante com varetas artesanal Vitória ES

HAY ARTESANAL agora também com uma linha de AROMATIZANTES COM VARETAS
Feitos com essências importadas, ótima fixação
Em embalagens de vidro ou de plásticos enfeitados com pérolas, cristais, fitas....
Vem em saquinho decorado
Preços ótimos. Entrega rápida
whatssap e celular: (27) 9 99289996
fanpage: hayartesanal
email: artemizh@hotmail.com
facebook: cinthya hayka







terça-feira, 15 de dezembro de 2015

pavê de limão

Pavê de limão

15 minutos apenas, e tai a delicia para servi seus convidados.

Modo de preparo

  • Umedeça as bolachas com água sem abusar
  • Forre o pirex com estas bolachas umedecidas com água
  • Bata no liqüidificador a lata de leite condensado, o creme de leite e o suco de limão puro
  • Despeje sobre as bolachas e enfeite com um pouco de raspas de limão
  • Sirva bem gelado
  • Pronto
  • Simples e deliciosa
Serve 10 pessoas
Tempo de preparo: 15 Minutos

Ingredientes

  • 1 pacote de bolacha de maisena de 200g
  • 1 lata de leite condensado
  • 1 lata de creme de leite
  • 1/2 copo de suco de limão puro
  • Raspas de limão

sexta-feira, 4 de dezembro de 2015

magia das velas

MAGIA DAS VELAS
Para agilizar os resultados de um pedido é preciso observar as cores das velas, a fase da lua e a hora em que deverão ser acesas. A unção das velas deve ser rigorosamente observada: Com os dedos polegar e médio e usando um óleo que seja compatível com a magia desejada, unte a vela do pavio para a base quando desejar trazer algo. Para afastar algo o processo de unção deve começar da base e subir ao topo ou pavio da vela, enquanto se mentaliza o desejo.
Na Magia, as velas são usadas para aumentar o poder de um encantamento ou para influenciar um poder em particular. Elas simbolizam a transformação da vontade em energia, elevando-a ao plano astral. Você pode notar que enquanto a vela é consumida, ela vai desaparecendo, evaporando-se.
As velas são por vezes usadas juntamente com ervas e outros auxiliares dos encantamentos, todos apontando para um objetivo em comum. Escolha a vela que corresponde ao seu objetivo e com seu athame grave nela os seus desejos. Para isso você pode usar siglas, símbolos, abreviações e tudo mais que lhe convém. Depois, use um óleo apropriado para ungir vela, que pode ser o "Óleo Sagrado" ou qualquer óleo que tenha o objetivo em comum com o do encantamento. Não unte o pavio da vela.
Para untar uma vela, espalhe um pouco do óleo na sua mão de poder (a mão que mais usa) e esfregue a vela com movimentos circulares ou em espiral. Se desejar que alguma coisa venha até si, esfregue a vela da ponta para a base. Se desejar remover algo, esfregue da base para a ponta. Role a vela sobre as ervas correspondentes e coloque-a finalmente no castiçal. Suspenda as mãos dos lados da vela e mentalmente envie seus pensamentos para ela. Depois, acenda a vela dizendo: "Vela de poder, vela de força, cria os meus desejos aqui nesta noite. Poder, flui do fogo desta vela. Traz-me o desejo do meu coração. As minhas palavras têm força, a vitória está ganha. Assim digo, Assim seja! Este encantamento está feito. "A vela não deve ser apagada. Ela deve arder até o fim. É normal que ela evapore totalmente, mas caso haja vestígios da vela, retire-os com o athame cuidadosamente e jogue-os em água corrente ou em um jardim. As cores das velas e seus significados:
GUIA DE CORES DAS VELAS E SEU SIGNIFICADOS EM MAGIA
BRANCA - É a mistura de todas as cores; Alinhamento espiritual, limpeza, saúde, verdade, poder, pureza grandes realizações na vida, totalidade; Usada em rituais que envolvam a energia lunar. Paz de espírito, pureza, sinceridade. Uso geral para agradecimento e meditação - Lua.

AMARELA - Intelecto, criatividade, unidade, trazendo o poder da concentração e da imaginação para o ritual; use em rituais onde você deseja obter dos outros uma confidencia ou persuadir alguém. Simboliza também a energia solar. Ação, atração, inspiração e mudanças súbitas. Alegria, entusiasmo, estudo, novos empreendimentos, dinheiro.
DOURADA - Ativa a compreensão e atrai as influências dos poderes cósmicos; beneficia rituais para atrair dinheiro ou sorte rápida. Simboliza também a energia solar. Poderes divinos masculinos.
COR-DE-ROSA - Favorece o romance, a amizade; é uma cor usada em rituais para desenvolver sentimentos afetuosos; cor da feminilidade, honra, serviço, e favorece o diálogo em mesas de refeição familiar. Despertar espiritual, cura de espírito e comunhão. Relacionamentos afetivos, amor e fraternidade - Vênus.
VERMELHA - Saúde, energia, potência sexual, paixão, amor, fertilidade, força, coragem, vontade de poder; aumenta o magnetismo em um ritual; Energia dos signos de Áries e escorpião. Para a conquista do medo ou da preguiça. Quando nossa coragem precisa de uma força ou energia . Solução urgente - Marte.
CINZA OU PRATA - Remove a negatividade e encoraja a estabilidade; ajuda a desenvolver as habilidades psíquicas. Atrai a energia da Grande Mãe. Vitória, meditação, poderes divinos femininos.
LILÁS - Poder, sucesso, idealismo, progresso, proteção, honras, quebra de má sorte, afasta o mal, adivinhação, altas manifestações psíquicas; ideal para rituais de independência, contato com entidades astrais. Energia de Netuno. Para espiritualidade, transmutação, canalização, comunicação com mestres e meditação - Urano.
MAGENTA - Combinação de vermelho com violeta, esta cor oscila com alta freqüência; para rituais que necessitem de uma ação rápida ou um poder bem elevado ou uma saúde espiritual requerida; rápidas mudanças, cura espiritual e exorcismo.
MARROM - Cor da terra, equilíbrio; para rituais de força material; elimina a indecisão, atrai o poder da concentração, estudo, telepatia, sucesso financeiro. Serve também para encontrar objetos que foram perdidos.
ÍNDIGO - Cor da inércia; para parar pessoas ou situações; use em um ritual que requeira um elevado estado de meditação; Neutraliza a magia lançada por alguém, quebra maledicência, mentiras ou competição indesejável. Equilíbrio do Karma. Energia de Saturno.
LARANJA - Feitiços para estimular energia, alcançar metas profissionais, justiça, sucesso. Em geral para a criatividade.
AZUL ROYAL - Promove a alegria e a jovialidade; use para atrair a energia de Júpiter ou para qualquer energia que você queira potencializar.
AZUL TURQUESA - Cor espiritual; ajuda nas meditações de devoção e inspiração; traz paz e tranqüilidade para a casa. Irradia a energia do signo de Aquário; Sintetiza as situações.
AZUL ESCURO - Cor primária e espiritual para rituais que necessitem de harmonia, luz, paz, sonhos e saúde. Simboliza a verdade, inspiração, sabedoria, poder oculto, proteção, compreensão, fidelidade, harmonia doméstica e paciência. Trabalho, sucesso, compreensão, tranqüilidade e honestidade. Transparência nas relações de trabalho e negócios - Júpiter.
VERDE ESMERALDA - Importante componente num ritual Venusiano; atrai amor, fertilidade e relação social.
VERDE ESCURO - Cor da ambição, cobiça, inveja e ciúme; coloca as influências destas forças num ritual.
VERDE CLARO - Promove prosperidade, fertilidade, sucesso, abundância, generosidade, casamento, equilíbrio; estimula rituais para a boa sorte, dinheiro, harmonia e rejuvenescimento. Pedidos relacionados com saúde e estabilidade - Vênus.
CINZA CLARO - Cor neutra, ajuda a meditação; na magia, esta cor simboliza confusão, mas também nega ou neutraliza a influência negativa.
PRETA - Abre os níveis do inconsciente; usado em ritual para induzir um estado de meditação; simboliza também a negatividade a ser banida, no caso de rituais de devolução, reversão, desdobramento, anulação de forças negativas, discórdia, proteção, libertação, repelindo a magia negra e formas mentais negativas. Atrai a energia de Saturno.
Para se conectar com as energias sutis será necessário criar uma atmosfera adequada. Isto significa estar limpo fisicamente e espiritualmente, além de ter um espaço onde realiza seus rituais. Antes de começar a acender incensos e velas pela casa esteja em sintonia com seu desejo e com seu corpo físico. A respiração também é muito importante, pois libera de tensões e facilita a concentração.
BLESSED BE!

terça-feira, 24 de novembro de 2015

salamandras

Elementais da natureza
SALAMANDRAS
As Salamandras são os elementais do fogo.
As salamandras protegem uma energia poderosa e indestrutível. Esta pode ser segundo sua intensidade e força: o amor intenso, a união, a iluminação, o êxtase, a alegria; ou ao contrário, a violência, a ira e a vingança.
Os elementais do Fogo procedem da região mais interna da terra e do cinturão de elétrons que rodeia o sol. Trabalham nas esferas interiores, lugar em que as correntes vitais se mantêm em meio de suas encarnações.
Invocação:
" Eu vos saúdo, Salamandras,
Que contituís a representação do elemento fogo,
Peço, que com vosso trabalho,
Fornecei a mim poder para resolver tudo,
De acordo com vossa vontade,
Alimentando meu fogo interno,
Aumentando minha chama trina do coração,
E assim formar um novo universo.
Mestres do fogo,
Eu vos saúdo fraternalmente.

domingo, 22 de novembro de 2015

ingredientes mágicos

Ingredientes especiais que podem ser usados no preparo de comidas, banhos, chás e magias

INGREDIENTES MÁGICOS
Orégano: Traz paz e equilíbrio;
Salsinha: Para proteção e prosperidade;
Louro: Para promover vitória, proteção e cura;
Noz moscada: Traz coragem e proteção;
Manjerona: Traz amor e paz;
Cominho: Traz paz e felicidade;
Coentro: Trabalha o amor e a sensualidade;
Canela: Traz amor, trabalho com o dinheiro e com a consciência
psíquica;
Cebolinha: Ajuda na perda e peso e na proteção;
Erva doce: Resgata a força física, ajuda na perda de peso e na
proteção;
Cravo da índia: Traz amor, dinheiro e proteção;
Gergelim: Traz sensualidade e fertilidade;
Alecrim: Trabalha a mente consciente, a cura, o amor e a proteção;
Mostarda: Traz coragem e proteção;
Aveia: Trabalha com a prosperidade;
Leite: Realiza a expansão áurica;
Limão: Realiza a purificação e sentimento de felicidade;
Vinagre: Traz a purificação e a proteção;


quem são os elementais

Habitantes do mundo invisível aos olhos humanos, vivem num mundo e universo próprios, com suas leis, filosofia, objetivos e modo de vida totalmente particular. São como espíritos que possuem ligação direta com os elementos da natureza.
Essas criaturas são por isso, chamadas de espíritos da natureza, uma vez que elas vivem em contato permanente com a fauna e flora, as quais têm a missão de defender.
Elemental significa "Espírito Divino". Estes são os espíritos da natureza.
Os elementais são dinamizadores das energias das formas e integram-se aos Elementais da Natureza.
Sua definição de seres elementais deriva-se do princípio de que os quatro elementos da natureza, descritos na antiguidade: Terra, Água, Ar e Fogo, possuíam, em verdade, duas naturezas: a "física", ou seja, a natureza passível de avaliação pelos sentidos e a outra, a "espiritual", relativa à essência dos elementos.
As fadas são uma criação elemental da evolução do ar. Os silfos revelam um grau mais evoluído de desenvolvimento. Em todos os momentos do dia, podemos discernir os alegres silfos do ar, atarefados em suas atividades líricas sobre os campos da Terra. As ordens avançadas desse reino são encontradas nos governantes dos ventos e das nuvens.
No último discurso de Sócrates, tal como foi preservado no Fédon de Platão, o filósofo condenado à morte diz: - "acima da Terra, existem seres vivendo em torno do ar, tal como nós vivemos em torno do mar, alguns em ilhas que o Ar forma junto com o Continente; e numa palavra, o ar é usado por Eles, tal qual a água e o mar são por nós, e o Éter é para nós.
Mais ainda, o temperamento das suas estações é tal, que Eles não têm doenças e vivem muito mais tempo do que nós, e têm visão e audição e todos os outros sentidos muito mais aguçados do que os nossos, no mesmo sentido que o Ar é mais puro que a Água e o Éter do que o Ar.
Eles também têm seus templos e Lugares Sagrados, em que os Deuses realmente vivem, e Eles escutam sua vozes e recebem suas respostas; são conscientes de sua presença e mantêm conversação com Eles, e Vêem o Sol, e vêem a Lua, e Vêem as Estrelas, tal como realmente são. E todas suas bem-aventuranças, são desse gênero"...
Eles são os mais altos de todos os Elementais, mais alta taxa vibratória. É comum o seu Elemento Nativo é o de atingirem 1000 anos de idade, não envelhecem nunca. São os Silfos, que têm como líder um Silfo chamado Paralda, e vive na mais alta montanha da Terra.
Acredita-se que os Silfos reúnem-se em torno da mente dos sonhadores, dos artistas, dos poetas, e os inspiram com seu alto conhecimento das maravilhas e obras da Natureza.
São de temperamento alegre, mutável e excêntrico. À eles, é atribuída a tarefa de modelar os flocos de neve e arrebanhar as nuvens, sempre desempenhando esta tarefa com a ajuda das Ondinas, que lhes fornecem a humanidade.
ALTAR PARA OS ELEMENTAIS:
Escolha um lugar de Floresta (de preferência), pode ser num canto do seu jardim, ou em uma varanda cheia de plantas. Faça um altar com Pedras, coloque uma tigela de barro para oferecer frutas, um incensário de madeira ou bambu e castiçais de pedra. Acenda um incenso e velas coloridas sempre que fizer uma oferenda com frutas. Pode-se colocar flores e mel. Não coloque nada de plastico ou coisas que não sejam naturais. Se quiser pode também colocar uma fonte feita de elementos naturais (pedras, cristais, bambus madeiras) e deixe ligada junto ao altar.
ORAÇÃO AOS ELEMENTAIS:
Pequeninos guardiães 
Seres de luz infinita
De dia me tragam a paz 
De noite os dons da magia 
Invisíveis guardiães
Protejam os quatro cantos da minha alma 
Os quatro cantos da minha casa 
Os quatro cantos do meu coração.


silfos

Elementais da Natureza
SILFOS
Silfo é um elemental que controla os poderes do ar. Seus ventos giram em torno da Terra. O ar inalado é o alento que sustenta a vida; o ar exalado carrega palavras, poesias e as canções que comunicam idéias e saber aos humanos.
Desde o sopro do vento até o furacão, em todas as partes estão presentes os espíritos do ar. Os guardiões dos quatro ventos cavalgam na tempestade. Os sílfos voam aqui e acolá na ligeireza do ar.
Embora a crença mais difundida seja a de que os silfos vivem entre as nuvens e nas correntes de ar, seu verdadeiro lar é o topo das montanhas.peri, um ser imaginário, benevolente, cuja ocupação é guardar os Homens dos malefícios dos espíritos maus; é provável, também, que o termo se refira ao gótico Fagur, como o termo Elfo, de Alfa, denominação geral para toda uma tribo ou categorial de Elementais. Os ares de suas estações [climáticas] é de tal modo especial que tais seres não adoecem e vivem muito mais do que nós.
Têm visão, audição, olfato e outros sentidos muito apurados, reproduzem-se e seu ambiente e de grande perfeição; o ar é mais puro que a água e o ether é mais puro que o ar. Também possuem templos e lugares sagrados nos quais os deuses realmente habitam, e suas vozes [dos deuses] podem ser ouvidas, pois respondem e aqueles Seres [Elementais] estão conscientes dos deuses e têm conversas com eles; eles [os Elementais] vêem o sol, a lua e as estrelas como elas realmente são...
Segundo os antigos, o trabalho dos silfos é modelar os cristais de gelo, formar os flocos de neve, reunir as nuvens. Nestas tarefas, são auxiliados pelas Ondinas, que complementam os compostos. Os ventos são considerados pelos antigos como os próprios Espíritos do Ar em ação. Os silfos são os Elementais mais elevados porque seu elemento nativo é o que possui a mais elevada freqüência de vibração. Vivem centenas de anos, até mil anos, e jamais desenvolvem sinais de velhice.
O rei dos Silfos chama-se Paralda; ele mora na mais alta montanha da Terra. As fêmeas dos Silfos são denominadas Sílfides [sylphids].
Acredita-se que Silfos, Salamandras e Ninfas têm íntima relação com os antigos oráculos; que eram deles as vozes muitas vezes vindas do céu ou das profundezas da terra. Eventualmente, os Silfos assumem forma humana, porém, por breves períodos de tempo. O tamanho varia mas, na maioria dos casos, os Espíritos do Ar não são maiores que um ser humano; freqüentemente, são menores.
Ha relatos de que os Silfos já aceitaram seres humanos em suas comunidades permitindo que vivessem ali por tempo considerável; Paracelso escreve sobre um incidente como este mas, naturalmente, isso não pode ocorrer com um ser humano em seu corpo físico.
Para alguns, as Musas Gregas poderiam ser Silfos, que se aproximam da mente durante o sono de poetas e artistas, inspirando-os com o seu profundo conhecimento das belezas e prodígios da Natureza.
Os Silfos são regentes do Leste. Seu temperamento é alegre, volúvel e excêntrico. As qualidades peculiares aos homens de gênio são, supostamente, resultado da cooperação dos Silfos. No organismo humano, agem sobre os gases e o sistema nervoso, onde sua instabilidade pode se tornar um traço predominante.
Eles não têm morada fixa, vagueiam de lugar em lugar, elementais nômades, invisíveis mas sempre presentes na atividade inteligente do Universo.
As Fadas do Ar ou Silfos, possuem uma energia sutil e fluídica. Em termos místicos, estes seres alados são tão rápidos quanto o pensamento e trazem mensagem dos Deuses. De acordo com a Alquimia, as fadas apresentam a mesma forma volátil do mercúrio, ou uma forma terrena de energia lunar: nem sólida, nem totalmente fluídica. O mercúrio é considerado a representação terrena do verdadeiro estado mágico feérico. Os Silfos são os mensageiros da alma, representando a liberdade espiritual.
São ainda, criaturas de aspirações e transcendência, voando entre o céu e a terra, entre o corpo e o espírito liberto. Todas as tormentas e ventos estão associados com os Seres do Ar, desde a mais suave brisa, generalizada como um suspiro de na Ilha de Man (Irlanda), até os grandes e destrutivos poderes das Monções Árabes, causadas pelo furioso Jinn. Em diferentes relatos folclóricos, desde os desertos árabes até a América do Norte e as Ilhas Britânicas, há referências que os tornados seriam produto de uma horda de espíritos feéricos enfurecidos.
Na Lituânia, uma fada do ar chamada Vejopatis é a mestra fazedora dos gelados ventos carregados de água e neve. Na Finlândia, o antigo Ukko é o responsável pelos fenômenos climáticos, comandando os ventos e a chuva, as nevoas, as tempestades, os raios e os relâmpagos, tudo com um só movimento de suas gélidas mãos. Aqui na América, os espíritos dos ventos e os pontos cardeais são invocados em inúmeras práticas xamânicas. Ga-Ho, um benevolente manipulador de ventos, propicia e tranqüiliza as correntes de ar para facilitar a vida dos homens das Montanhas.
Vive no Norte e dali dirige os quatro ventos primordiais, o clima e as estações.
Na mitologia grega encontramos a hárpia, como a primeiras criatura alada descrita como desapiedada, cruel e violenta. Seu aspecto é horrendo e raptava pessoas e as torturavas a caminho do Tártaro. As vezes era representada sobre as tumbas, apoderando-se do espírito do morto. As hárpias personificavam os ventos violentos e as tempestades capazes de arrastar os homens para as mansões subterrâneas.
"Sílfide" se designa de modo genérico as fadas do ar. A existência dessas fadas data do princípio dos tempos. Na mitologia grega já as conhecia e temiam, e as consideravam Senhoras do Ar e dos Ventos.
A palavra "sílfide", como conhecemos atualmente, vem do latim "sylfiorum", silfo, gênio, espírito elemental do ar, e por derivação de "silfo" se criou a forma "sílfide", ninfa do ar. Como todos os elementos da natureza, a relação entre seu estado de ânimo e como se manifestam é muito direta. Enquanto são uns seres doces e delicados, irritados são as responsáveis pelos ventos fortes, vendavais e furacões.
As sílfides(fêmeas dos silfos) são espíritos muito belos, de pele branca e muito fina; altas e esbeltas se deslocam rapidamente sobre o ar. Apresentam um cabelo longo e solto, de cor escura, que deixam que o vento mova. Vestem-se com uma gaze azul ou branca, para confundir-se com o vento.
São elas que controlam o vento e dele dependem muitos fenômenos naturais: como o deslocamento das nuvens que provocam as chuvas e as tormentas; intervêm no movimento das águas, em maremotos; na primavera são fundamentais para a polinização, transportando pelo ar o pólen das flores e ainda com todos os fenômenos relacionados com o ar como a brisa, ciclones, etc.
As sílfides são responsáveis pela purificação do ar e por manterem a pressão atmosférica. Esse trabalho é percebido nas mudanças alquímicas do tempo e ciclos de fotossíntese e precipitação. Esses seres são mestres, que expandem e contraem seus corpos de ar de níveis microcósmicos à macrocósmicos.
As sílfides nos ajudam a conservar e desenvolver corpo e mente e estimulam a inspiração e a criatividade. Trabalham ainda, para elevar nossos pensamentos e inteligência, equilibrando o uso conjunto das faculdades racionais e intuitivas. Elas proporcionam rapidez mental, agilidade de idéias e tornam possível a telepatia.
As sílfides podem ser invocadas para que nos conceda um desejo relacionado com o vento ou com o pensamento, como para agilizar negócios que envolvam papéis e trazer uma pessoa que nos interesse.
Em muitos momentos de nossa vida as sílfides intervêm, como quando nos surpreendemos com uma ideia para a solução de um problema ou quando nos vêm à mente uma palavra que há muitos dias buscávamos.
A Fylgiar é uma pequena fada do ar que acompanha alguns homens durante toda a sua vida. Estas fadas aéreas, só podem ser vistas pela pessoa a qual protegem. São pertencentes a ampla mitologia nórdica e ensinam o caminho de Valhalla, o Salão dos Mortos escolhidos, onde permanecem junto de seu protegido, até que esse se sinta confortável com sua nova condição.
Tais fadas são oriundas da Islândia, uma ilha situada no atlântico norte, entre a Noruega e a Groelândia, onde segundo dizem, cada vez que uma criança islandesa nasce e escuta-se um grasnido, ela será especial e terá durante toda a sua vida a companhia de uma fada, uma presença conhecida pelo nome de Fylgiar.
Silfos das Montanhas:
Seu lar é o topo das montanhas. Segundo os antigos, o trabalho desses silfos é modelar os cristais de gelo, formar os flocos de neve, reunir as nuvens. Nestas tarefas, são auxiliados pelas Ondinas, que complementam os compostos. Os ventos são considerados pelos antigos como os próprios Espíritos do Ar em ação. Os silfos são os Elementais mais elevados porque seu elemento nativo é o que possui a mais elevada freqüência de vibração. Vivem centenas de anos, até mil anos, e jamais desenvolvem sinais de velhice.
Invocação:
"Eu vos saúdo, Silfos,
Que constituís a representação do ar e dos ventos,
Portadores das mensagens para toda a terra,
Eu deposito em vós a minha imensa confiança,
Pois meus pensamentos,são sempre positivos,
Voltados para o amor de todas as coisas existentes.
Fazei de mim a imagem do esplendor da luz.
Fazei deste pensamento, meu milagre!
Mestres do ar,
Eu vos saúdo, fraternalmente."

domingo, 8 de novembro de 2015

a aura

A aura é uma energia magnética. Uma radiação que emana do corpo físico, projetando-se para além dele, cercando-o.
Certamente você já observou uma lâmpada de iluminação pública acesa numa noite de neblina. Então, independente da própria luz, deve ter percebido uma espécie de radiação ao redor dela. Assim é a aura.
Todos os seres animados e inanimados quer sejam minerais, plantas ou animais possuem aura.
A sua existência foi comprovada pela ciência através das fotos Kirlian, capaz de fotografar este campo eletromagnético que se irradia de todos os seres.
Contudo, no homem ela se apresenta de forma diferenciada pois ela é o resultado das radiações emitidas pelas agregações celulares do corpo físico, pelos fatores do pensamento continuo e pelas emoções, tornando assim a pessoa mais ou menos irradiante.
Temos então, nessa interação de forças físico-químicas e mentais a aura humana, peculiar, portanto, a cada individuo, penetrando-o, ao mesmo tempo que parece emergir dele.
Sua forma é ovoide, de cores variadas, dependendo da onda mental que emitimos enobrecedoras ou deprimentes.
Assim a aura se torna um reflexo de nos mesmos, denunciando o nosso “estado de espirito”, caráter e até mesmo personalidade.
As cores e formas desse halo enérgico também esta relacionado com a nossa saúde física e mental variando de cor conforme a doença e a sua localização.
Observou-se que o uso de drogas como álcool, maconha, cocaína e outras, também prejudicam suas cores brilhantes e saudáveis.
A aura entre outras formas pode ser observada olhando-se para a pessoa que esteja em frente a uma parede. Olhe com o olhar desfocado na região dos ombros e cabeça, você percebera uma luz branca-azulada semelhante a uma nevoa circundando esta região a mais ou menos cinco centímetros de distancia do corpo.
A aura pode ser expandida através da meditação e de exercícios respiratórios.
POR MESTRE DELPHOS ANKH-AF



o pentagrama

O pentagrama é sem sombra de duvidas o simbolo mais utilizado magia cerimonial.
Assim como a cruz é para os cristãos, o hexagrama é para os judeus, o pentagrama é para a tradição.
Estrela de cinco pontas formada por um único traçado que se cruza e se entrelaça formando cinco retas, o pentagrama é um símbolo de poder e força mágica.
Cada uma de suas pontas esta associada a um elemento: Ar, Fogo, Água e Terra. A ponta superior da estrela é associada ao elemento Espírito (para os esotéricos), Éter (para os alquimistas), Akasha (para os hindus). O quinto elemento é aquele que está contido em tudo e que tudo contem. É a quinta essência de todas as coisas.
A origem do pentagrama se perde no tempo. Por ter sido encontrado gravado em paredes de templos antigos pertencentes à antiga Mesopotâmia, alguns atribuem a esta civilização a sua origem. Outros estudiosos apontam a lendária Atlântida, o continente perdido, como o berço deste símbolo.
Mas o fato é que ele hoje esta presente em varias religiões, tradições mágicas e sistemas de magias, tais como: Umbanda, Quimbanda, Tradição Cigana, Maçonaria, Rosa-cruz, Wicca, magia chinesa, entre outros.
Para os ocultistas todos os mistérios da magia, da alquimia, todos os símbolos da Gnose e todas as chaves da Kabhala reunen-se no Pentagrama. Paracelso o famoso alquimista, proclamava como o maior e mais poderoso de todos os símbolos. O Teólogo e medico Cornélio Agrippa o chamava de Estrela Flamejante. O matemático Pitágoras que também era um estudioso de ocultismo o considerava o emblema símbolo da perfeição.
Eliphas Levi sobre ele comenta: “ ... o pentagrama é o símbolo da onipotência..., é a estrela dos magos....a sua completa interpretação é a chave dos dois mundos... é a filosofia e a ciência natural absolutas”.
Na maçonaria é chamado de Estrela Pentagonal ou Estrela Pentalfa (Penta= 5; Alfa= primeira letra do alfabeto grego que corresponde à letra “A”), portanto Pentalfa significa os cinco “As”.
1º Atreo= Ver;
2º Aisto= Ouvir;
3º Adazesque= Meditar;
4º Agatopoeiro= Bem Agir;
5º Abaquidzi= Calar
Estas são as cinco virtudes que devem guiar o companheiro maçom.
Na numerologia 5 é o numero dos iguais. É a união do 3 (principio) masculino com o 2 (principio feminino), a união dos opostos, principio gerador de toda a vida. No taro é o Hierofante, o papa, o arcano maior que representa a espiritualidade, o hierofante é o mestre espiritual que ajuda os buscadores a reencontrarem sua Divindade Interna, fazendo ressoar a centelha divina em cada um de nós.
Cincos são os sentidos do homem. Na Índia é considerado o número do princípio vital. Para os Maias era o número da Divindade.

Estas são as cinco virtudes que devem guiar o companheiro maçom.
Na numerologia 5 é o numero dos iguais. É a união do 3 (principio) masculino com o 2 (principio feminino), a união dos opostos, principio gerador de toda a vida. No taro é o Hierofante, o papa, o arcano maior que representa a espiritualidade, o hierofante é o mestre espiritual que ajuda os buscadores a reencontrarem sua Divindade Interna, fazendo ressoar a centelha divina em cada um de nós.
Cincos são os sentidos do homem. Na Índia é considerado o número do princípio vital. Para os Maias era o número da Divindade.
O pentagrama também representa o corpo humano (quatro membros e uma cabeça), conforme pintou Leonardo Davinci. O Homem representa o microcosmo, o mago cujo espírito domina a matéria, a mente sobre o corpo, a inteligência sobre os instintos. A livre vontade ou consciência projetando-se sobre a quaternidade que integra o ser humano.
Este símbolo, como não poderia deixar de ser, pertence às esferas do planeta Vênus.
Vênus ao percorrer sua trajetória em torno do sol faz uma órbita. Esta órbita em relação ao planeta terra, produz duas conjunções uma inferior e outra superior. Se fizermos dois círculos separados representando a órbita que a terra faz entorno do sol e o outro circulo representando as conjunções de Vênus e traçarmos linhas retas nos pontos onde os planetas se cruzam, pasmem, desenharemos um perfeito pentagrama.
O pentagrama é um poderoso talismã. É usado em anéis, pingente, podendo ser confeccionado de qualquer material natural ou desenhado sobre estruturas.
É usado para evocar, invocar, banir, abrir e fechar portais, exorcizar, consagrar, curar etc...
Na idade média, este símbolo foi associado ao mal pela igreja católica ao constatar sua grande importância no paganismo.
Outro motivo que faz com que o profano o ache vinculado com o mal é o cinema onde sempre é relacionado com a magia negra, pacto e invocação de demônios.
Mas nós da tradição sabemos a natureza real deste símbolo e quando sentimos a nossa vontade desfalecer, dirigimos o olhar para ele, e o tomamos em nossa mão direita e nos sentimos armados com todo o poder do universo. E ao ousar querer saber calar a respeito do emprego deste pentáculo, seremos dignos de sermos conduzidos pela interpretação de seus mistérios até a realização Divina.

Por Delphos Ankh-Af
 — com Fraternidade Lux Et Frati.



quinta-feira, 29 de outubro de 2015

poema do fogo

Poema do Fogo
Senhor vulcano
Das brasas incandescentes
Das temperaturas mais altas
Onde o calor é sua fonte
O fogo seu alimento
E o ardor sua essência
As Salamandras suas herdeiras que transmutam tudo em amor. Que suas chamas e labaredas queimem todos os miasmas e energias destoantes, que as dores da vida me causaram.
Transmutai...Transmutai...Transmutai...
Aquecei minha vida e o meu coração. Despertai-me a energia que preciso para brilhar e emitir ondas de calor. Que eu possa irradiar luz como os raios do sol.
Flamejai, Flamejai, Flamejai...
Fogo telúrico que vem dos berços da mãe terra. Onde o calor escaldante, precipita e alimenta o espírito.
Consumi tudo que desonra a minha essência. Para que as chamas da esperança, da fé e da glória queimem sem parar. A minha áurea está emanando luz dourada.   Que os anjos do fogo elevem meus valores, a justiça e o perdão. Que meu intelecto se abra com ideias douradas e cheias de prosperidade. Que o amor que me aquece nunca cesse e que a disponibilidade pela vida sempre vença os tempos da minha própria escuridão.
Preciptai...Preciptai...Preciptai...
Que os deuses do fogo, estejam além do tempo cultural e mitológico.  Fortaleçam-me em sua poderosa egregora.  Que as chispa de vossos poderes, consuma o maligno que se atrever ao meu caminho passar. Pois o triunfo é o meu destino. E nada e nem ninguém me sucumbirá.
Frederico Figner

sexta-feira, 23 de outubro de 2015

HAY Sabonetes Artesanais

HAY SABONETES ARTESANAIS

Em barra : diversos perfumes, mega hidratante, feitos com glicerina,vários formatos e tamanhos:  de rosa, coração, estrelinha, florzinha, pinguim ...
Líquido: denso, viscoso, perfumes delicados e muito hidratante

Os produtos HAY são de muita qualidade, ótimos para seu uso e para presentear
Ficam lindos como lembrancinhas de maternidade, aniversário, casamento....

Encomenda feita , a entrega é rápida

contatos:
celular e whatsapp:
(27) 9 99289996
email: artemizh@hotmail.com
fanpage ( facebook) : hay sabonete artesanal











domingo, 27 de setembro de 2015

lua de sangue

Este ano ocorreram alguns fenômenos astronômicos que despertam a curiosidade de muita gente. O primeiro deles é a Superlua, que durante o ano de 2015 acontecerá três vezes; a primeira em 29 de agosto, a segunda em 27 de setembro e a última em 26 de outubro, já perto do Dia das Bruxas. O segundo fenômeno será a Lua de Sangue, marcada para o dia 27 de setembro.
A lua cheia será coberta pela sombra da Terra, fazendo com que pareça vermelho. Daí o apelido de "lua de sangue".
O que trás essa lua para nós? Sua especial energia de lua cheia aumenta a força dos nossos objetivos e desejos, mas essa energia está focada no lado escuro do nosso ser.
Podemos usar o seu poder para banir os aspectos de nós mesmos que nos perturbam, memórias, histórias, vícios, passatempos, problemas, medos e dúvidas.
A conexão com o lado escuro representa a capacidade de ir para as profundezas do nosso ser, para arrancar dele o que realmente nos impede, mas às vezes é difícil para nós admitir. Mas apenas se formos corajosos o suficiente para nos abrir para o doloroso processo de transformação. Porque nenhuma mudança é simples.
Como esta lua pode chegar dentro de nós, ela também é capaz de ajudar-nos a encontrar o nosso caminho através das sombras e dúvidas, para dar um bom curso de ação, para encontrar a melhor estratégia.
E, finalmente, para aqueles que se atrevem a abrir na escuridão de sua própria mente, esta lua é capaz de nos ajudar a explorar o nosso verdadeiro poder e se reconectar com o nosso ancestral lado selvagem.
Se encontrar as palavras certas e se preparar para isso, podemos aproveitar a energia da lua, para evoluir, para renovar, para encontrar e extrair a força oculta dentro de nossas profundezas mais obscuras.
Basicamente, a Lua Vermelha nada mais é do que um eclipse lunar total, onde a Lua vai ficar com aspecto avermelhado no momento em que a Terra ficar entre o Sol e a Lua. Tivemos dois ano  passado e dois em 2015. O conjunto de quatro eclipses totais da Lua que ocorrem em uma sequência de dois anos é chamado de tétrade e isso é relativamente raro: no século XXI haverá apenas oito tétrades:
1ª Tétrade: 2003 - 2004
2ª Tétrade: 2014 - 2015
3ª Tétrade: 2032 - 2033
4ª Tétrade: 2043 - 2044
5ª Tétrade: 2050 - 2051
6ª Tétrade: 2061 - 2062
7ª Tétrade: 2072 - 2073
8ª Tétrade: 2090 - 2091

sábado, 19 de setembro de 2015

biscoitos da bruxa

Biscoitinhos da Bruxa ...o cheirinho pela casa ta maravilhoso Emoticon smile
* biscoitos de MEL ...dica pra ofertar em Ostara
2 xícaras de farinha
3 colheres de sopa de manteiga
1/2 de mel
1 ovo
1 pitada de canela
1 colher de café de fermento em pó
modo de preparo
Misture todos os... ingredientes até obter uma massa lisa ( se a massa grudar nos dedos acrescente mais farinha a massa e sove bem) ...depois a embrulhe em plástico filme e leve a geladeira por 15 minutos .Abra a massa corte com um cortador de biscoito ou pode usar a borda de um copo americano ,coloque em uma assadeira forrada com papel manteiga e leve ao forno em fogo alto por 15 minutos .

Super fácil de fazer e ficam deliciosos!!!!!

quinta-feira, 13 de agosto de 2015

Deusa Hékate

Dia 13 de agosto é dia da Deusa Hékate
Deusa Hekáte é uma divindade grega, da união de Perses e Astéria que deu á luz Hekáte. Em outras versões da mitologias diziam que os país de Hekáte eram Perses e Persaios, ou em outros documentos mitológicos Nyx a Deusa da noite pariu Hekáte sozinha. Porém, os pais de Hekáte mais aceitos e ditos na maioria dos mitos são Perses e Astéria.
Em mitos antigos contados, diziam que Hekáte pariu Cila, de um relacionamento com Forcis, outros historiadores falam que foi Apollo que teve um breve relacionamento com a deusa, de fato não se sabe. Na visão de Diodorus Siculus Hekáte também deu a luz a Circe, Medéia, Aigialeus e Aeetes.
O nome Hekáte -( Ecath) que é o feminino de ecatos (Hekátos), que quer dizer “O que Fere a Distância” ou “Brilho distante” ao pé da letra. Hekáte na mitologia grega não era uma divindade infernal,nos cultos europeus que começou a ter essas atribuições, nos infernos tem duplo aspecto; como divindade vingadora, preside às expiações; como deusa da magia, preside os encantamentos, e é ela que envia à terra os monstros evocados dos infernos. Nas pinturas antigas, Hekáte vêm como uma Deusa jovem, sendo em igualdade a Apollo e Artemis, com o passar dos tempos e cultos ela começou a receber outros aspectos de mãe e anciã. . A Deusa Ctônia passou a ser considerada a Deusa que se ligava os cultos de feitiçaria e bruxaria, trazia os conhecimentos de encantos e feitiços, foi sendo ligada ao mundo das sombras, iluminando áreas escuras com suas tochas, representada com e como diferentes animais ( Égua, Loba, Cadela, e Cobra). A Deusa Hekáte passou a ser a criadora da feitiçaria e magia sendo assim, a padroeira das bruxas e feiticeiras. Nos antigos mitos, Hekáte tinha aspectos do dia e da noite, no dia era invocada pelos camponeses para a fertilidade, a agricultura a abundância; e na noite era a Deusa da morte, da feitiçaria dos fantasmas...
Hekáte também é associada com as encruzilhadas, onde que na antiga Grécia as sacerdotisas de Hekáte faziam seus feitiços e oferendas, em cada esquina das ruas tinha uma estátua da Deusa olhando para as três direções ( associada com a trívia), sendo um corpo e três cabeças ou três corpos para cada direção tratando as tochas para iluminar e proteger de maus espíritos. Hekáte é senhora dos mares, terra e submundo,na batalha de Zeus a Deusa matou o gigante Clítio com a chama de suas tochas , Hekáte ajudou a vencer a batalha e recebeu de Zeus aquilo que não era de ninguém pertencia á Hekáte. Hekáte também derrotou Hades, após raptar Perséfone, foi para o submundo junto com Deméter ( mãe de Perséfone), na sua busca pela sua filha e a guiou pelo submundo, e quando, foi encontrada, Hekate passou a ser sua companheira. As três deusas são descritas carregando tochas ou archotes, além disso todas tomam parte nos elementos místicos dos ritos de iniciação, assim como Dionísio, Apolo e as Musas. 
Hekáte com suas tochas a punho e seguida por cães, lobas e éguas é a Senhora Toda poderosa invocada pelas Bruxas, invocada na lua negra ( lua nova) uma Deusa que está ligada a Lua, está ligada a alguns ritos de fertilidade, os camponeses em algumas partes da Antiga Grécia invocavam suas bençãos para que as colheitas fossem boas e próspera. Hekáte domina e ajuda nos partos, na germinação, protege a navegação, libera a prosperidade, ajuda nos discursos, e guia. Os marinheiro pediam Hekáte a sua padroeira para que a travessia nos mares fosse em segurança. 
Sua representação com três corpos e cabeças (Trimorphos), aparece na arte como espécie de tríade composta de três mulheres; a Deusa jovem lua crescente, a Deusa Mãe lua cheia e a Deusa anciã lua minguante e em cada mão um facho; tem uma faca e uma serpente; finalmente, a terceira segura umas cordas e chaves. 
Ela é uma verdadeira Titânida dos Titãs, ainda que isso nunca apareça expressamente dito. Dizem que ela é aquela “Krataüs” (forte), que presenteou a Forcis com um monstro marinho feminino chamado Cila. 
Nos mitos antigos da antiga Grécia, diziam que Hekáte todas as noites em forma de cadela ou loba, dirigia-se a terra com uma horda de fantasmas e cães para assombrar os desavisados que vagavam pela noite. 
A Deusa que ajudava as mulheres no parto, mas que as vezes as oprimia com cruel força. A Hekate também é também incumbida de chamar a fúria da culpa sob aqueles que de alguma forma caíram em contradição ou foram contra seus próprios princípios.Muitas vezes também é apresentada como enfermeira e protetora dos jovens e crianças.Hekate é uma divindade do Mundo Inferior, tal prerrogativa lhe concede amplos poderes em diferentes reinos.
Bom bruxescos, Hekáte não é a Deusa da magia negra, não se limita a Deusa, ela é dona dela e é reverenciada como a tal, ao invocar Hekáte que não seja na forma de má ou inimiga porque vocês vão trazer a fúria da Deusa e isso não é bom para você ( para a sua "segurança"rsrs).

Altar de Hekáte:
Bom bruxescos, o altar é o seu templo mágico, sua particularidade e seu espaço sagrado, nele é colocada suas energias e informações, como minha religião é a Wicca, vou expor uma visão nesse meio, porém, não é a única forma de fazer mas não é qualquer coisa que também se coloca, respeitando os cultos da divindade. Mas Gwinevere, como que os cultos e altares se mantiveram nos seus aspectos de originalidade se partindo do ponto que antigamente a alfabetização era precária e escassa e muita coisa se perdeu? - Bom, muitas coisas se perdeu, porém, tradicionalmente se transmitia oralmente, pelos anciões e sacerdotes. Muitas vezes eram em forma de poesia e música, e isso era passado de geração á geração, contudo, hoje em dia os rituais que fazemos até hoje houveram modificações, nos baseamos nas mitologias, lá são descritas de várias formas com o pouco transmitido oralmente e escrito nos seus mitos e documentos historicos.
Bom vamos ao altar de Hekáte, geralmente a mesa ou outra superfície é coberta por um pano preto ou uma toalha, ao centro da mesa uma estátua de Hekáte com três velas sendo vermelha, preta e roxa representando as três faces jovem, mãe e anciã. Atrás dessa estátua coloca- se um quadro ou imagem ( pintei recentemente um quando para honrar ela), ao lado da estátua costuma se colocar um espelho negro consagrado á deusa ( espelho negro deve ter um bom estudo sobre eles, para não fazerem coisas erradas de maneiras errada), do lado esquerdo da estátua um incensário para ela, pode ser de ossos( chifres de servo) ou pode ser um artificial. Na frente das velas coloca se um athame, ao lado do athame uma foice e do outro lado uma chave também consagrado a Hekáte, ao lado direito um cálice,pode pingar a parafina da vela para enfeitar e deixar bonita, abaixo do cálice uma caixa de espelhos para fazer pedidos ou deixar pedidos de proteção. Na frente das velas um caldeirão para queimar ou fazer poções para a deusa e ao lado do incensário um crânio ( artificial ).


Oferendas para Hekáte:
Na Grécia se orfetava a Hekáte Lebres, Peixes, Carneiros, Cadelas, Cobras, Cabras, Lobas e seres humanos( PELO AMOR DA DEUSA NÃO VAI SAINDO POR AI E MATANDO GENTE E ANIMAL),porém, hoje em dia essas ofertas se modificaram, os sacrifícios daquela época era da essência de Pedir bênçãos e proteção. Têm algumas coisas que hoje você pode ofertar a ela como Alho; Anis; Beladona; Cebola; Folhas de Carvalho; Açafrão; Papoula; Teixo; Salgueiro; Maçãs; Grãos em geral; Leite; Menta; Hortelã; Cedro; Cipreste; Cravo; Ovos; Pães; Carnes de coelho, boi, cobra, frango; Mel; Vinhos; Rosas;
Peças de Cobre, Ouro, Prata;
Pedras como Lápis-lazúli, Ametista, Ônix, Hematita, Obsidiana

domingo, 9 de agosto de 2015

olho grego

O que é Olho Grego:
Olho grego é um talismã contra a inveja e o mau-olhado, é também conhecido como um símbolo da sorte e funciona contra energias negativas. O olho grego é muito utilizado como pingentes em pulseiras e correntes, além de tatuagens.
Acredita-se o olho grego tem o poder de absorver energias negativas, além de proteger a pessoa da inveja. Normalmente, o olho grego é feito de vidro, com a cor azul, pois acredita-se que o mau-olhado tem essa cor, portanto seria mais eficiente em não atraí-lo. O olho também pode simbolizar o olhar de Deus que ilumina e protege as pessoas, além de transmitir a paz.
O olho grego existe há muito tempo, e era utilizado em rituais da religião islâmica, mas foi adotado por católicos também. O símbolo também é muito encontrado em países árabes, como Grécia, Irã e Armênia.
O olho grego também é conhecido como olho turco ou nazar, porque também é bastante popular na Turquia e é usado com o mesmo propósito que o olho grego. É comum ver o olho turco pendurado em portas e em espelhos retrovisores dos carros. Algumas mães colocam esse amuleto na roupa dos bebês, e se o amuleto aparece rachado, significa que protegeu a criança do mau-olhado e deve ser substituído.
No Antigo Egito e na Índia, o Olho de Hórus e o Terceiro Olho do Buda representavam objetos com a mesma função que o olho grego ou turco.
Por vezes, o amuleto do olho grego é usado em conjunto com o amuleto vermelho em formato de pimenta, que é usado por pessoas para afastar maus espíritos.