domingo, 13 de agosto de 2017

13 de agosto, dia de Hécate

13 de agosto , O DIA DE HÉCATE
Celebra-se hoje o dia de Hécate, honrada por Zeus acima de todos, Deusa dos Céus, Terra e Mar, Portadora das Chaves do Submundo.

Deusa das terras selvagens e dos partos, era geralmente representada segurando duas tochas ou uma chave, e em periodos posteriores na sua forma tripla.
Estava associada a encruzilhada, entradas, fogo, luz, a lua, magia, bruxaria, o conhecimento de ervas e plantas venenosas.


Esse é um jeito simples de agradar a deusa e garantir sua proteção espiritual durante todo ano.
Assenda uma vela branca sobre um prato ao lado coloque uma cabeça de alho, em seguida faça esta oração:
HÉCATE ABRA OS MEUS CAMINHOS, ME DEFENDA DE TODO MAL.
ASSIM SEJA
ASSIM SE FAÇA
Deixe a vela acabar e guarde a cabeça de alho em um lugar seguro acima da sua cabeça, exemplo: guarda roupa, armário

sábado, 5 de agosto de 2017

O que faz uma magia não funcionar?

“A Magia é a Ciência e a Arte de causar mudanças de acordo com a Vontade” já dizia o renomado mago Aleister Crowley

Mas alguns fatores podem fazer uma magia dar errado

 - Pesquisar e fazer magias da internet, tipo youtube sem saber se realmente se trata de algo sério e acima de tudo se você  tem condições de fazer

- Não consultou um oráculo. 
 A consulta oracular é pré requisito para haver chance de sucesso, pois a lista de possibilidades é enorme. No oráculo consulta-se até as chances e percentual de sucesso da investida,

- Não respeitou os ciclos lunares,  horários mágicos...etc

- Não utilizou os ingredientes corretos

-Se o executante não está bem fisicamente ou psicologicamente o resultado final de sua manipulação será proporcional ao seu estado energético.

-Mais uma causa que não pode ser desconsiderada é a questão do Caminho de Destino. Alguns acontecimentos na vida das pessoas são situações chave para outros desdobramentos que irão alterar o fluxo de outras vidas, e tais situações não conseguirão ser alteradas facilmente e em alguns casos e praticamente impossível. 

-Em outros casos, seu feitiço deu certo sim, você é que não entendeu que algumas coisas não sairão exatamente como  pretende. É o caso dos feitiços de amor. 

 NÃO existe feitiço de amo, Existe o envultamento, amarração que não terá como resultado o amor esperado. O alvo poderá ficar preso, sem capacidade de seguir outro caminho, mas não amará o executante. Ficará sim, AMARRADO 

Mas o principal de tudo é que se você não tem noção do que está fazendo, é claro que a sua magia falhará.

quinta-feira, 3 de agosto de 2017

Os Guardiões das Torres parte 2

Como invocar os Guardiões das Torres de Observação

Na abertura do círculo, invocamos os guardiões através de seus nomes, alguma palavras que os caracterizam, e com os pentagramas apropriados. 

Norte/terra:
“Vós senhores da Atalaias do norte, vós senhores da terra; Bóreas, tu guardião dos portais do norte; nós vos convocamos, incitamos e intimamos a testemunharem nossos ritos e protegerem o círculo.”
Leste/ar:
“Vós senhores da Atalaias do leste, vós senhores do ar; Eurius, tu guardião dos portais do leste; nós vos convocamos, incitamos e intimamos a testemunharem nossos ritos e protegerem o círculo.”
Sul/fogo:
“Vós senhores da Atalaias do sul, vós senhores do fogo; Notus, tu guardião dos portais do sul; nós vos convocamos, incitamos e intimamos a testemunharem nossos ritos e protegerem o círculo.”
Oeste/água:
“Vós senhores da Atalaias do oeste, vós senhores da água; Zephyrus, Senhores da morte e da iniciação, tu guardião dos portais do oeste; nós vos convocamos, incitamos e intimamos a testemunharem nossos ritos e protegerem o círculo.”

Então  balança-se o incenso pra frente e pra trás, quatro vezes em cada quadrante (norte até oeste sentido horário). Depois se diz a conjuração e toca-se um sino três vezes em cada quadrante e faça-se a invocação. Porém, eu traçaria os pentagramas apropriados também.
Diga a conjuração, de preferência de frente ao altar que poderá estar aonde for possível, porém é preferível que esteja no norte ou leste se possível. Depois se diz o nome apropriado dos guardiões.
"Eu vos conclamo, ó Anciãos!
Vós que viveis além dos Reinos,
Vós que uma vez reinastes no Tempo antes do Tempo.
Vinde! Ouve o chamado!
Ajudai-me a abrir o Caminho, dai-me o Poder!
Descerrai os portais dos Reinos dos Deuses
E aparecei por estes nomes:"
Vá ao norte:
Toque o sino três vezes e chame por Tago! (Eu traçaria o pentagrama apropriado, nesse caso da terra. E o pentagrama apropriado em cada quadrante).
Vá ao leste:
Toque o sino três vezes e chame por Alpena!
Vá ao sul:
Toque o sino três vezes e chame por Settrano!
Vá ao oeste:
Toque o sino três vezes e chame por Meana!
Depois bata a varinha três vezes no altar 

Os Guardiões das Torres parte 1

Os Guardiões das Torrers
São Seres que existem anteriormente à criação da Terra e da vida material na Terra. Portanto, Eles conhecem toda a história da Terra, e de cada história humana em particular. Os sistematizamos, dentro da mágica, como os seres que protegem e possibilitam a criação do círculo mágico. Geralmente, os organizamos no norte/terra, leste/ar, sul/fogo, oeste/água.
Dentro do círculo mágico, existimos em uma realidade multidimensional. Não que não existimos em tal realidade, agora mesmo, sem círculo algum. Mas, dentro do círculo, fazemos isso de forma deliberada, controlada e consciente. Dentro do círculo, existimos no entre-mundos. Nele, podemos nos dirigir a qualquer realidade ou dimensões. Nele, rompemos o véu de Maya e saímos da realidade da ilusão, para a realidade plena. É claro que podemos ainda sermos iludidos por Maya, se não realizamos o rito de abertura do círculo mágico corretamente. Mas mesmo em Maya, estamos em outra realidade no círculo. Estamos no entre mundos. É aí que os guardiões das torres de observação realizam seu papel. Com a mágica deles, rompemos o véu da Ilusão, e nos projetamos para a realidade que se pretende na abertura do círculo. Eles além de nos possibilitarem esse romper de véu, protegem o círculo, para que nada que não condiz com o rito, entre no círculo. Ter além Deles no círculo, uma outra força divina ajuda grandemente no caráter de transposição de mundos e na proteção do mago/bruxo. Essa força pode ser Deuses, ou o sagrado guardião. Nos processos iniciáticos, apresentamos o neófito aos Deuses, e aos Guardiões das Torres de Observação. Se o processo iniciático requer um novo nome ao néofito, esse novo nome deve ser dito aos Guardiões das Torres de Observação. Lembrando que os guardiões devem aceitar o néofito no círculo e seu novo nome. Para tal, é necessário um coração sincero, uma vontade firme, uma palavra poderosa, e uma fé sólida. Não tente enganar esses Seres, como dito acima, Eles conhecem toda a história da Terra. Eles conhecem suas palavras antes que elas saem de sua boca. Eles conhecem seu coração, mesmo que você tente escondê-lo. Não dá pra mentir para esses seres. Na melhor das hipóteses, você se auto iludirá. Na pior das hipóteses, você ganhará terríveis inimigos com forças descomunais.
O que muitos não sabem, é que os Guardiões das Torres, não são os mesmos sempre. Dependendo do rito e intenção mistérica, convidamos os seres certos ao propósito mágico.
No próximo post colocarei a forma de invocar esses guardiões